NOTÍCIAS

O PRESIDENTE QUE AMO - BOLSONARO

Publicado dia 01/01/2019 às 18h03min | Atualizado dia 02/01/2019 às 09h09min
A Primeira Dama quebra protocolo e beija seu amor;

PRIMEIRA DAMA QUEBRA PROTOCOLO

E BEIJA O PRESIDENTE 

A Primeira Dama interrompe discurso para dar carinho ao Presidente da República.

Presidente diz que a mudança é possível com  ajuda de todos, um governo sem conchavos ou acertos políticos.

 

 


Rádio Mundial - ZYD 860 - EU VOCÊ E A MÚSICA 

Interaja com a Mundial - zap 98620-9927


 

 


Página semiprotegida

Michelle Bolsonaro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
 
 
Saltar para a navegaçãoSaltar para a pesquisa
Michelle Bolsonaro
Michelle Bolsonaro
37ª Primeira-Dama do Brasil
Período 1 de janeiro de 2019
até a atualidade
Presidente Jair Bolsonaro
Antecessor Marcela Temer
Dados pessoais
Nome completo Michelle de Paula Firmo Reinaldo Bolsonaro
Nascimento 22 de março de 1980 (38 anos)[1][2]
CeilândiaBrasíliaDF
Nacionalidade brasileira
Progenitores Mãe: Maria das Graças Firmo Ferreira
Pai: Vicente de Paulo Reinaldo
Cônjuge Jair Bolsonaro (2013–presente)
Filhos Letícia Aguiar
Laura Bolsonaro
Religião Protestante (Batista)
Profissão Intérprete de Libras
Residência Palácio da Alvorada

Michelle de Paula Firmo Reinaldo Bolsonaro (Ceilândia22 de março de 1980[1][2]) é uma ativista de causas sociais e inclusivas, que foi por um grande período secretária parlamentar da Câmara dos Deputados. Casou-se há onze anos com Jair Bolsonaro, atual Presidente do Brasil. Tornando-se assim a atual Primeira-Dama do Brasil.[3]

Biografia

Nascida e criada em Ceilândia, uma região administrativa do Distrito Federal, Michelle de Paula é filha de Maria das Graças Firmo Ferreira e de Vicente de Paulo Reinaldo. O pai, natural de Crateús, no Ceará, é um motorista de ônibus aposentado, cujo apelido, "Paulo Negão", tornou-se notório nacionalmente através do uso em discursos por parte de Jair Bolsonaro como tentativa de defesa contra acusações de racismo.[4][5][6] Possui um meio-irmão por parte de pai, o soldado Diego Torres Dourado.[7]

Michelle, que prefere ser chamada por seu nome composto, Michelle de Paula,[8] tem duas filhas: Letícia Aguiar, fruto de um relacionamento anterior, e Laura, fruto do casamento com Jair Bolsonaro.[3] Faz parte do Ministério de Surdos da Igreja Batista Atitude, na Barra da Tijuca, onde atua como intérprete de libras nos cultos. Antes disso, frequentou a Assembleia de Deus Vitória em Cristo, do pastor Silas Malafaia, o mesmo que celebrou o casamento entre Jair e Michelle, em 2013.[3]

Primeira-Dama do Brasil

Michelle de Paula, pode ser reconhecida por amigos e familiares sendo uma pessoa doce e gentil. Esta possui um jeito discreto e sem dar tanta importância aos holofotes representa com vigor e simplicidade o posto simbólico de Primeira-Dama.

Na tradicional solenidade da passagem da faixa presidencial, na posse do presidente jair Bolsonaro, Dona Michelle surpreendeu ao discursar em libras no parlatório, sendo a 1° Cônjuge de um Presidente da República a discursar à Nação brasileira.

Michelle Bolsonaro já expressou o desejo de participar de projetos e ações beneficentes enquanto estiver como Primeira-Dama. Em seu discurso no parlatório esta indicou que não medirá esforços para a inclusão social de pessoas com deficiência, além da valorização dos profissionais que atuam através da língua brasileira de sinais

“Gostaria de modo muito especial de dirigir-me à comunidade surda, às pessoas com deficiência e a todos aqueles que se sentem esquecidos: vocês serão valorizados e terão seus direitos respeitados. Tenho esse chamado no meu coração e desejo contribuir na promoção do ser humano”, afirmou a 37° Primeira-Dama do Brasil.[9]

 

Comparando a Primeira Dama com a também ativista Lady Dae


Página semiprotegida

Jair Bolsonaro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
 
 
Saltar para a navegaçãoSaltar para a pesquisa
Jair Bolsonaro
38.º Presidente do Brasil
Período 1 de janeiro de 2019
até a atualidade
Vice-presidente Hamilton Mourão
Antecessor Michel Temer
Deputado federal pelo Rio de Janeiro
Período 1º de fevereiro de 1991
até 1 de janeiro de 2019
Vereador do Rio de Janeiro
Período 1º de janeiro de 1989
até 1º de fevereiro de 1991
Dados pessoais
Nome completo Jair Messias Bolsonaro
Nascimento 21 de março de 1955 (63 anos)
GlicérioSão Paulo
Nacionalidade brasileiro
Progenitores Mãe: Olinda Bonturi[2]
Pai: Geraldo Bolsonaro[2]
Alma mater Academia Militar das Agulhas Negras
Esposa
Filhos
Partido PSL (2018–presente)
Religião católico apostólico romano[1]
Profissão militar da reserva do Exército brasileiro e político
Assinatura Assinatura de Jair Bolsonaro
Website bolsonaro.com.br
Serviço militar
Lealdade Exército Brasileiro[3]
Anos de serviço 1973-1988[4][5]
Graduação Capitão.png Capitão
Unidade

Jair Messias Bolsonaro (Glicério,[6][7][nota 1] 21 de março de 1955) é um militar da reserva, político e atual presidente do Brasil. Filiado ao Partido Social Liberal (PSL), foi deputado federal por sete mandatos entre 1991 e 2018, sendo eleito através de diferentes partidos ao longo de sua carreira.[3] Seu irmão Renato Bolsonaro e três de seus filhos também são políticos: Carlos Bolsonaro (vereador do Rio de Janeiro pelo PSC), Flávio Bolsonaro (deputado estadual do Rio de Janeiro pelo PSL e comandante da legenda no estado) e Eduardo Bolsonaro (deputado federal de São Paulo também pelo PSL).[9][10]

Formou-se na Academia Militar das Agulhas Negras em 1977 e serviu nos grupos de artilharia de campanha e paraquedismo do Exército Brasileiro. Tornou-se conhecido do público em 1986, quando escreveu um artigo para a revista Veja no qual criticava salários de oficiais militares. Por causa disso, foi preso por quinze dias, apesar de ter recebido cartas de apoio de colegas do exército. Foi absolvido dois anos depois.[11]

Bolsonaro ingressou na reserva em 1988, com o posto de capitão, para concorrer à Câmara Municipal do Rio de Janeiro naquele ano. Foi eleito vereador pelo Partido Democrata Cristão, partido que seria extinto em 1993. Em 1990, candidatou-se a deputado federal pelo estado do Rio de Janeiro. Foi o candidato mais votado, com apoio de 6% do eleitorado fluminense (464 mil votos),[12]sendo reeleito por seis vezes. Durante seus 27 anos na Câmara dos Deputados, ficou conhecido por ter uma personalidade controversa,[13] por conta de suas visões políticas geralmente caracterizadas como populistas[14] e de extrema-direita,[15] que incluem a simpatia pela ditadura militar no Brasil (1964–1985)[16][17][18][19][20] e a defesa das práticas de tortura por aquele regime.[21][22][23]

Bolsonaro foi anunciado como pré-candidato à Presidência do Brasil em março de 2016 pelo Partido Social Cristão.[24] Em janeiro de 2018, no entanto, anunciou sua filiação ao Partido Social Liberal (PSL), o nono partido político de sua carreira desde que foi eleito vereador em 1988.[25][26][27][28] Sua campanha presidencial foi lançada em agosto de 2018, com o general reformado Hamilton Mourão como seu vice na chapa. Ele se apresenta como defensor dos valores familiares.[29] Sofreu um atentado durante ato de campanha no dia 6 de setembro, recebendo um golpe de faca no abdômen. Em 7 de outubro, Bolsonaro ficou em primeiro lugar no primeiro turno das eleições presidenciais de 2018, com o candidato Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores (PT), em segundo.[30] Foi eleito Presidente da República no segundo turno, em 28 de outubro, com 55,13% dos votos válidos.[31]

Índice

  • 1Vida pessoal
    • Fonte: RIONEWS , G1 , O BLOBO, RJTV - TV GLOBO, FOLHA BRASIL

Mais Populares

POLICIAIS NO HELICÓPTERO ATIRAM PARA MATAR

02 de janeiro de 2019 |   9073

Fernandinho Guarabu procurado por morte de Major

27 de dezembro de 2018 |   1279

ÚLTIMAS Notícias

Momentos de Lazer no Poção - Rio de Janeiro

02 de setembro de 2019 às 07:35:53

DE MOTORISTA DE CAMINHÃO AO SUCESSO

27 de agosto de 2019 às 09:45:28



Fale Conosco

AV PADRE GUILHERME DECAMINADA , 1285 RIO DE JANEIRO
(21) 98620-9927 | (21) 98620-9927 | (21) 98694-3200
rionewsnoticias@gmail.com